Observação das espécies

Dicas e informações:

Toda vez que uma pessoa observa um animal, deve sempre lembrar que também é observada. Para alguém que se interessa em contemplar as aves em seu ambiente natural, essa percepção é muito importante e deve guiar seu comportamento.


Primeiramente, cuidado com as cores. As aves têm uma visão bem desenvolvida, com excelente acuidade, amplo campo visual e visão de cores. Utilize cores neutras, que auxiliem na sua camuflagem. A audição também é um sentido muito bem desenvolvido entre as aves. Portanto converse em voz baixa, não leve equipamentos sonoros e movimente-se lentamente.


O comportamento das aves varia entre as espécies. Algumas são menos tolerantes aos humanos do que outras e não permitem a aproximação. As áreas de reprodução (ninhais) não devem ser visitadas, pois a presença humana perturba os casais e pode afastá-los, comprometendo o desenvolvimento dos filhotes.


O equipamento básico para observação é o binóculo. Lentes com 10 × 42 mm são consideradas ideais para uma observação mais minuciosa, enquanto binoculares de 7 × 50 mm possibilitam uma visão mais abrangente, o que é interessante principalmente no ambiente marinho.


Nos estuário as melhores áreas para observação de aves são as planícies de maré. Em virtude do difícil acesso a esses locais, a melhor forma para avistar aves é por meio da utilização de uma embarcação pequena, que possa navegar em trechos de profundidade reduzida (próximas à margem). Nas praias, o deslocamento a pé é o ideal.

Detalhes que podem contribuir na identificação da espécie: